Governo do Pará seleciona servidora para concorrer a treinamento no Japão

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), enviará representante para concorrer à etapa nacional de seleção para o curso “Atividades de Saúde Pública para o Fortalecimento da Saúde Materno-Infantil”, que será ministrado na província de Okinawa, no Japão. O treinamento é disponibilizado pela JICA (Japan International Cooperation Agency) e será realizado no período de 22 de maio a 13 de julho deste ano.

Após o processo que recebeu inscrições de servidores do Estado ligados à área de enfermagem, a servidora do Hospital Regional de Conceição do Araguaia, Michele de Pinho Barreiros, foi a selecionada para representar o Estado do Pará na etapa nacional do concurso, visto que cumpriu todos os requisitos exigidos pelo manual da JICA.

A servidora, ligada à Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), é enfermeira e, atualmente, coordena o setor obstétrico do hospital. Ela conta que ficou feliz com a notícia e falou sobre o que a motivou a se inscrever na seleção. “A minha expectativa, caso eu venha a realizar o curso, é realmente que eu possa trazer experiências inovadoras para o Estado e que sirvam de incentivo para que as ações sejam realizadas”, considerou. “É uma oportunidade única que pode contribuir para que se faça um trabalho ainda melhor na Região. Eu espero que dê tudo certo e que eu possa participar do treinamento”.

A candidatura e a documentação de Michele de Pinho Barreiros, agora, seguem para apreciação do escritório da JICA em Brasília, responsável por realizar as demais etapas da seleção.

Curso - O curso “Atividades de Saúde Pública para o Fortalecimento da Saúde Materno-Infantil” tem como objetivo “proporcionar apoio aos responsáveis pela gestão de enfermagem por meio das experiências de Okinawa e de outras cidades do Japão para desenvolver planos de melhoria que poderão gerar grandes efeitos à saúde materno-infantil em seus países”.

Formado por cerca de 160 ilhas, o Governo Regional de Okinawa está situado no extremo sul do Japão. Em decorrência de sua própria reconstrução após a Segunda Guerra Mundial, o governo regional se debruçou sobre as questões de saúde materno-infantil. Diante da situação de extrema escassez de assistência de saúde gerada pela Guerra, o governo regional de Okinawa atuou na implementação de iniciativas destinadas a melhorar os sistemas de saúde e, com o esforço, conseguiu alcançar a Cobertura Universal de Saúde.

A partir dessas experiências bem-sucedidas em Okinawa, o treinamento visa “proporcionar conhecimentos, habilidades e estruturas aos participantes para solucionar os problemas de saúde materno-infantil mediante atividades de saúde pública nos seus países de origem”.

Ao todo, serão selecionados 6 participantes que viajarão para o Japão para participar do programa. As passagens de ida e volta, assim como as despesas com hospedagem, alimentação e gastos diários serão custeados pela JICA.

O resultado final da seleção será comunicado por meio do escritório da JICA (ou da Embaixada do Japão) até 22 de abril de 2019.

 

Por Cintia Magno

Foto: Divulgação.