Personalidades civis e militares recebem Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré

Setenta e duas personalidades civis e militares receberam, na manhã desta terça-feira, 20, no auditório do Palácio dos Despachos, em Belém, a Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré, concedida por ocasião das comemorações pelos 101 anos de criação da Casa Militar da Governadoria do Estado, fundada em 12 de fevereiro de 1917. A honraria é destinada a personalidades que prestaram serviços relevantes ao Pará e suas instituições, especialmente à Governadoria do Estado.

A solenidade foi aberta pelo governador Simão Jatene, que fez questão de parabenizar a todos os servidores da Casa Militar da Governadoria e aos agraciados com a Medalha Lauro Sodré. “Não são muitas as instituições que conseguem chegar ao centenário, por isso, é preciso celebrar, pois quem não tem memória, não tem futuro”, destacou. “Aos condecorados, os meus mais sinceros parabéns, pois toda honraria é um reconhecimento”, concluiu.

Após a saída do governador, que precisou cumprir outra agenda, a condução da cerimônia ficou por conta do secretário de Estado de Segurança Pública, general Jeannot Jansen, e do chefe da Casa Militar da Governadoria, coronel PM César Mello. Também compuseram a mesa oficial o chefe da Casa Civil, José Megale; o comandante geral da Polícia Militar em exercício, Emmanuel Queiroz Leão Braga; o chefe do Gabinete Militar da Assembleia Legislativa do Estado (Alepa), coronel PM Fernando Noura; o chefe do Gabinete Militar do Tribunal de Justiça do Estado (TJE), tenente coronel PM Fábio Carmona dos Santos e o chefe do Gabinete Militar do Tribunal de Contas do Estado (TCE), coronel PM Arlindo Bastos.

Eles foram os responsáveis por condecorar as 72 personalidades agraciadas com a Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré. Entre os contemplados, estão chefes do poder executivo, militares e civis. Os secretários de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adnan Demachki; de Educação, Ana Claudia Serruya Hage; de Planejamento, José Alberto Colares; de Transportes, Kléber Menezes; da Fazenda, Nilo Noronha e de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Ruy Klautau de Mendonça receberam a honraria.

“Essa honraria tem o mérito de reconhecer, e, ao mesmo tempo, incentivar a integração da equipe de governo, o que é fundamental para consolidar o compromisso coletivo de se executar políticas públicas efetivas e com resultados positivos em favor da população. Além disso, é importante para a memória histórica do próprio governo. No ensejo do recebimento dessa condecoração da Casa Militar do Governo, agradeço a colaboração e o apoio que o conjunto da corporação militar do Estado tem reservado à educação”, pontuou a secretária Ana Claudia Serruya Hage.

Já o secretário Adnan Demachki ressaltou a importância histórica da Casa Militar da Governadoria, instituída pelo então governador Lauro Sodré, em 12 de fevereiro de 1917. Hoje, a Casa Militar da Governadoria é um órgão subordinado diretamente ao governador do Estado e é responsável pela segurança do governador, vice-governador e seus familiares, além de se responsabilizar pelo transporte do chefe do Executivo Estadual, vice-governador e seus cônjuges, bem como hóspedes oficiais e outras autoridades. “Fazendo uma reconstituição rápida do ano de 1917, foi quando estourou a Revolução Russa e ainda se vivia a primeira Guerra Mundial, seguida, posteriormente, pela segunda Guerra Mundial. A Casa Militar da Governadoria do Pará sobreviveu a tudo isso e hoje presta um serviço fundamental para o Estado, por isso, precisa ser comemorada”, frisou o secretário.

Já o Chefe da Casa Militar da Governadoria, coronel PM César Mello, afirmou que, hoje, cerca de 170 servidores, entre policiais militares e civis, fazem parte do quadro de funcionários da Casa Militar. Ele destacou a acurada preparação por que passam constantemente esses servidores, a qual inclui não apenas treinamentos físicos, mas também de inteligência e estratégia, a fim de que a missão da Casa Militar, de garantir a tranquilidade para que o trabalho do governador e vice-governador possa ser realizado da melhor maneira possível, seja cumprida a contento. “Hoje celebramos não apenas o dia em que a Casa Militar completa 101 anos, mas também congregamos e reconhecemos as pessoas que por aqui passaram e nos ajudaram a ser o que somos hoje”, resumiu.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, general Jeannot Jansen, o aniversário de criação da Casa Militar da Governadoria é um momento de reflexão sobre a história dessa instituição e, também, de reconhecer aqueles que, de alguma forma, contribuíram para que o órgão cumprisse a sua destinação constitucional. “A Casa Militar não é militar apenas no nome, mas o é, também, porque herdou da polícia o espírito militar, que pressupõe o cumprimento da missão acima de tudo e a fidelidade ao governador, seja ele quem for, ou seja, é uma representação do dever do Estado”, avaliou.

 

Por Elck Oliveira
Seduc

Data: 20/2/2018

Fotos: Agência Pará e Ascom Seplan

 

GALERIA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique aqui para ver mais fotos.