Início >> Seduc lança Avaliação Educacional 2018 e mobiliza gestores municipais

Seduc lança Avaliação Educacional 2018 e mobiliza gestores municipais

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) lançou na quinta-feira (3), a Avaliação Sispae 2018. Evento bianual, trata-se de uma avaliação em larga escala da educação paraense, composta de provas e questionários de pesquisa de fatores contextuais associados ao desempenho escolar.

Os estudantes matriculados nas escolas das duas redes públicas, além de responderem a esse questionário, farão em outubro as provas de Língua Portuguesa e Matemática.

Com o objetivo de mobilizar os municípios para participarem da avaliação, a coordenação do Sistema Paraense Educacional (SisPAE) - órgão vinculado à Secretaria Adjunta de Ensino (Saen) da Seduc, reuniu em Belém com dirigentes da educação de vários municípios para lançar a mobilização das prefeituras.

A adesão encerra dia 30 de maio. A próxima etapa da mobilização será dirigida à comunidade escolar da própria Seduc. Da reunião participaram dirigentes de associações de municípios e da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Importância da participação municipal

A participação da rede municipal é fundamental para que a Seduc aumente cada vez mais sua capacidade de gerir o ensino público, auxiliando também os municípios. Quanto maior o número de escolas municipais avaliadas, mais amplo e preciso será o diagnóstico da Educação.

O prefeito de cada município deve manifestar interesse em participar do SisPAE, por meio do Termo de Adesão - documento online disponível no portal da Seduc na internet (www.seduc.pa.gov.br/adesao). Na reunião realizada quinta-feira, foi encaminhado aos prefeitos uma carta contendo as instruções para a adesão, incluindo uma senha de acesso ao sistema, onde constam os documentos para confirmação da concordância com as cláusulas do Termo de Adesão. Uma das principais informações requeridas pelo Termo é a indicação de um profissional que se dedicará à coordenação das ações relacionadas às avaliação no âmbito do município.

Proficiência dos alunos melhora

O objetivo da avaliação bianual é avaliar o desempenho dos estudantes da Educação Básica das redes públicas Estadual e Municipal, em todo o território paraense; conhecer o perfil de cada grupo de protagonistas (alunos, professores, dirigentes, técnicos) e coletar dados para análises mais detalhadas dos fatores associados ao desempenho escolar.

Em 2016, o SisPAE contou com a participação de 3.534 escolas, sendo 814 estaduais, 2.714 municipais e seis casas familiares rurais. Naquele ano, 376.830 alunos de escolas estaduais e municipais fizeram as provas cujos resultados apontaram que, em três anos, 33.453 estudantes do Ensino Fundamental e do Médio saíram do “nível abaixo do básico” em Matemática, e 67.316 alunos evoluíram do mesmo nível abaixo do básico em Língua Portuguesa.

Indicadores auxiliam gestão escolar

Além de aferir o desempenho dos estudantes, o SisPAE gera dados para a elaboração de indicadores que irão auxiliar os gestores educacionais a tomar decisões para dinamizar o ensino e a aprendizagem nas respectivas redes de escolas públicas.

“Essa avaliação em larga escala, feita sem custos para os municípios, possibilita a identificação de aspectos positivos e outros que precisam ser melhorados na aprendizagem dos estudantes, sendo úteis para subsidiar o planejamento e gestão escolar e aperfeiçoamento do ensino”, diz o coordenador do SisPAE, Evandro Feio.

O SisPAE avalia o desempenho de estudantes de escolas públicas estaduais e municipais matriculados no 4º e 8º anos do Ensino Fundamental e do1º, 2º 3º anos do Ensino Médio nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Neste ano, as provas ocorrerão em 24 e 25 de outubro.

O que é o SisPAE?

O Sistema Paraense de Avaliação Educacional (SisPAE) é uma ação de caráter gerencial implementado pela Seduc em 2013, dentro do Programa de Melhoria da Qualidade e Expansão da Cobertura da Educação Básica do Estado do Pará, que materializa o Pacto pela Educação como estratégia política do governo estadual para mudar os indicadores da educação paraense.

 “O SisPAE está sendo aperfeiçoado para atender às novas demandas da gestão educacional. É uma ferramenta que auxilia muitos gestores a identificarem problemas do dia a dia das escolas e contribui para a revolução educacional no Estado”, declarou Euclides Reis, técnico educacional da Associação dos Municípios da Calha Norte (Amucan), que reúne 12 municípios. Além da Amucam, participaram da reunião representantes de sete associações e consórcios municipais.

Por Nélio Palheta
Seduc

Data: 4/5/2018